terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Jogadores do Baixo Alentejo - Gisela


Vitor Manuel Sousa Balbina
20/4/72 - Almodôvar
Médio / Avançado
 
86/87-C.D.Almodôvar-------juv.
87/88-C.D.Almodôvar-------juv.
88/89-C.D.Almodôvar-------jun.
89/90-C.D.Almodôvar-------jun.
90/91-C.D.Almodôvar-------Dist.
91/92-M.Aljustrelense-----III
92/93-M.Aljustrelense-----III
93/94-M.Aljustrelense-----III 
94/95-M.Aljustrelense-----Dist. 
95/96-M.Aljustrelense-----Dist. 
96/97-M.Aljustrelense-----Dist.
97/98-Vasco da Gama Sines-III
98/99-Desportivo Beja-----II B
99/00-Castrense-----------Dist.
00/01-Castrense-----------III
01/02-C.D.Almodôvar-------Dist.
02/03-C.D.Almodôvar-------Dist.
03/04-C.D.Almodôvar-------Dist.
04/05-C.D.Almodôvar-------Dist.
05/06-C.D.Almodôvar-------Dist.
06/07-Entradense----------Dist.
07/08-C.D.Almodôvar-------Dist.
08/09-C.D.Almodôvar-------Dist.
09/10-C.D.Almodôvar-------Dist.
10/11-C.D.Almodôvar-------Dist.
11/12-S.A.Almodovarense---INATEL

Retirado de http://algarvalentejo.blogspot.p

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1959/60


Na época 1959/60 os clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal foram:

1/32 Avos de Final
Desp.Beja
Serpa



C. F. Guadiana, um grande "rio" cruzado por famílias e gerações



Clube de Futebol Guadiana continua a despertar paixões nas gentes de Mértola. Mau início de temporada não esmorece a confiança dos diretores, que apontam à permanência na 1.ª Divisão Distrital e à conquista da taça.

Manuel de Melo Garrido, o homem que em 1956 publicou, em fascículos, a "História do desporto no distrito de Beja", conta que o futebol organizado em Mértola remonta a 1924 e que já nessa altura existia um "Guadiana Foot Ball Club". Tal como o atual Clube de Futebol Guadiana, fundado há 70 anos, a 1 de janeiro de 1947, a camisola era vermelha e no emblema estava a Cruz de Cristo.

Ao "Grande Rio do Sul", o clube foi buscar o nome, e às velas dos barcos do Guadiana e dos navegadores portugueses, o emblema. Em Mértola existe uma grande colónia de adeptos do Belenenses e a Cruz de Cristo levou o Guadiana a ser filial da coletividade do Restelo. Pelas suas fileiras, como jogadores e dirigentes, passaram muitas famílias e gerações. Pais, filhos, netos e bisnetos, que nos bons e nos maus momentos têm feito a história do clube. Atual chefe de gabinete do presidente da Câmara, Luís Madeira era jogador (capitão de equipa) e presidente do clube aquando da conquista do único título de campeão distrital.

A dimensão e envelhecimento do concelho dificultam a prospeção de jogadores. O exemplo é o jovem guarda-redes, João Luís Baioa, 16 anos, juvenil, que integra o plantel sénior. António Adanjo, presidente do Guadiana, lembra que "o aproveitamento dos filhos da terra sempre foi o objetivo", recordando os maus momentos vividos no início dos anos 2000, em que se "embarcou numa aventura no futsal, com muita gente de fora, que ia atirando o barco ao fundo".

Mas falar do clube da Vila Museu, como Mértola é conhecida, é falar de José Baioa, antigo futebolista e o grande entusiasta do regresso da coletividade às competições associativas nos pós-25 de Abril. Em 1945, antes da fundação, foram os "candidatos" a jogadores que construíram um campo de jogo, sem balneários, só com balizas em madeira, e que batizaram como Estádio do Calvário. Até 1973, jogava-se uma partida ou duas por ano. Jogadores e árbitros vestiam-se no velho matadouro e andavam, a pé, cerca de dois quilómetros para chegar ao campo.

Em 2003, a pedreira no Topo Norte deu lugar a uma bancada coberta, balneários e instalações sociais, o campo recebeu um relvado sintético e iluminação elétrica. Dez anos depois, a zona envolvente foi transformada num polidesportivo e um parque de lazer, que custaram à Câmara de Mértola 1,5 milhões de euros. "O subsídio anual da Autarquia é o nosso principal suporte financeiro. Sem isso era muito difícil manter o clube", justifica António Adanjo

. O Guadiana é a principal agremiação desportiva do concelho e disputa a 1.ª Divisão da A. F. Beja. Os primeiros cinco jogos da época significaram cinco derrotas, mas a equipa recupera. "O objetivo é a permanência. Vamos bater-nos para ficar nos seis primeiros lugares. Temos tradição na Taça e queremos chegar à final", resume o presidente do clube.

"Baroti", como é conhecido Fernando Martins, 36 anos, era professor e há três criou uma empresa de caça, na vila que é a Capital Nacional da Caça. Capitão e vice-presidente, veste a camisola do Guadiana há 30 anos. "É um clube de amigos, é a outra família. Além de jeito, os jogadores que entraram têm de ter alguma ligação com a terra. É difícil ser jogador e diretor ao mesmo tempo. Incuto o respeito, dentro e fora do campo", justifica alegremente "Baroti".

Passe curto
Fundação: 01/01/1947
Local de jogos: Estádio Municipal de Mértola
Sócios: 480
Equipamento: Camisola vermelha, calção branco e meias vermelhas
Palmarés: Campeão Distrital da 2.ª Divisão da A. F. Beja, em 2010/11. Campeão Distrital e Vencedor da Taça de Futsal da A. F. Beja, em 2002/03. Vencedor da Taça da A. F. Beja, em 1985/ 86.

Passe longo
Nem só de futebol se faz a história do clube. As míticas etapas da Volta a Portugal com passagem por Mértola ajudaram ao gosto pelo ciclismo. Entre 1988 e 1992, o Guadiana teve uma equipa amadora, com cerca de uma dezena de corredores, onde António Galvão era o craque da equipa. As voltas ao concelho de Mértola e à Margem Esquerda do Guadiana foram ganhas pelos ciclistas da equipa mertolense. Agora, com o apoio da Autarquia, as partidas e chegadas de etapas da Volta ao Alentejo tem Mértola como cenário anual.

Informação retirada daqui

Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1958/59

Na época 1958/59 não houve clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal.


Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1957/58

Na época 1957/58 não houve clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal.


Fim de semana desportivo do Aljustrelense



Campeonato de Portugal - Série "H" - Calendário Atualizado


domingo, 22 de janeiro de 2017

Futebol Distrital - Resultados completos da segunda eliminatória


Campeonato de Portugal - Série "H" - Moura e Aljustrelense somam os três pontos


Resultados do fim de semana




Campeonato de Portugal Prio
Série "H"
22/01 15:00
Fabril 1-2 Moura
Aljustrelense 1-0 Pinhalnovense

Campeonato Distrital da A.F.Beja
Taça Distrital - 2ªEliminatória
21/01 15:00
Cabeça Gorda 3-0 Santaclarense
22/01 15:00
Despertar 2-1 São Domingos
Piense 0-1 Castrense
Guadiana 0-1 Almodôvar
Desp.Beja 1-1 Sabóia (4-3 g.p.)
Amarelejense 0-5 Messejanense
Odemirense 3-0 Panóias
Penedo Gordo 0-0 Serpa (3-2 g.p.)

sábado, 21 de janeiro de 2017

Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1956/57

Na época 1956/57 os clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal foram:

1/32 Avos-de-Final
Desportivo Beja



Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1955/56

Na época 1955/56 os clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal foram:

1/16 Avos-de-Final
Desportivo Beja


Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1954/55

Na época 1954/55 os clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal foram:

1/16 Avos-de-Final
Desportivo Beja


Histórico (Futebol) - Resultados da Taça de Portugal - Época 1953/54

Na época 1953/54 não houve clubes do Distrito de Beja presentes na Taça de Portugal.


sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Odemirense tem uma presidente


Apesar da igualdade de género ser hoje um dado praticamente adquirido em todos os sectores da sociedade, são ainda raros os casos de mulheres à frente de uma instituição desportiva. 
Mas há (felizmente) excepções e uma delas chega de Odemira, onde o emblema local é dirigido desde o final de Setembro por Inês Correia. Um desafio que esta jovem enfermeira, de 31 anos e com fortes ligações familiares ao clube, abraçou "de alma e coração"… e com toda a naturalidade.
"Para mim parece algo natural" ser presidente do Odemirense, reconhece ao "CA" Inês Correia, para logo lembrar que não é a primeira mulher a liderar os destinos do emblema. "A primeira foi a Eugénia Moreira, qua ainda hoje é muito activa no nosso clube. […] E na nossa direção já havia e continua representatividade feminina, como a nossa actual vice-presidente/treinadora e capitã da equipa de futsal feminino, Alexandra Guerreiro, e a nossa tesoureira, Hortênsia Domingos", sublinha.
Inês Correia chegou à liderança do emblema de Odemira depois de ter estado seis anos na direcção liderada por António Cópio e não esconde que avançou por "paixão pelo clube" e pela "vontade de querer fazer mais e melhor pela comunidade odemirense e pelos atletas". Além do mais, acrescenta, o futebol tem sido uma constante na sua vida.
"O meu pai já foi jogador, director e treinador no Odemirense, assim como o meu irmão mais velho [João Correia], que ainda joga no clube", recorda.

Agora que é a "senhora presidente" do Odemirense, Inês Correia tem bem definidas as metas que pretende alcançar durante o seu mandato. "A nossa prioridade será a aposta na formação. E sinto que precisamos de crescer e abrir novos horizontes. Estamos a trabalhar neste sentido, vamos ver o que o futuro nos reserva", revela.
No caso da formação, Inês Correia vai mais longe e não esconde a ambição de fazer o clube "crescer e evoluir" nesta área. "Pretendemos que o Odemirense seja uma escola de formação de referência com profissionais qualificados que nos ajudem, não só a formar jogadores mas acima de tudo a formar pessoas, permitindo que os nossos atletas desenvolvam determinados valores, como o espírito de entreajuda, de equipa, companheirismo, respeito pelo outro, quer no mundo do futebol quer nas suas vidas", diz.
Mas a nova presidente do Odemirense também quer ver o clube "abrir novos horizontes". E isso passa por "profissionalizar um pouco mais o amadorismo" no seio do Odemirense e, em simultâneo, ir além do futebol e do futsal. "No futuro gostaríamos de desenvolver outras modalidades, como o voleibol", conclui.

Informação retirada daqui

Memórias - Castrense 1996/97


terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...