segunda-feira, 29 de junho de 2009

Futebol: Castrense fica na 3ª Divisão; O Elvas desce aos distritais

O Futebol Clube Castrense, mantém a sua posição na 3ª Divisão. O anúncio oficial foi feito através do Comunicado 455 emitido pela Federação Portuguesa de Futebol. Face à manutenção do Castrense na 3ª Divisão, o Sporting Ferreirense disputa na próxima temporada o Distrital da 1ª Divisão.

A Federação Portuguesa de Futebol, baseia os seus pressupostos do C.O. Nº 295 (rectificado) de 2 de Abril, face à constituição da série Madeira. "O Elvas", pior 2º classificado das 12 sub-séries de manutenção é o único clube que baixa de divisão.

Consulte aqui o Comunicado

Descem aos distritais os seguintes clubes:
Sub-Série "A1": Prado e Mondinense
Sub-Série "A2": Vilaverdense e Mãe D'Água
Sub-Série "B1": Vila Real e Lixa
Sub-Série "B2": Alpendorada
Sub-Série "C1": Águeda e Satão
Sub-Série "C2": União Lamas e Valecambrense
Sub-Série "D1": Lousanense e Atalaia do Campo
Sub-Série "D2": Unhais da Serra e Torres Novas
Sub-Série "E1": "O Elvas", Cartaxo e Futebol Benfica
Sub-Série "E2": Crato e Cacém
Sub-Série "F1": Campinense e Messinense
Sub-Série "F2": Barreirense e Silves
Na próxima temporada a 3ª divisão Série F, que vai ter 12 clubes, ficará assim constituída: Cova da Piedade, Farense, Pescadores da Caparica e Juventude de Évora, que garantiram a manutenção na 1ª fase. Da Fase de Permanência mantêm-se Fabril do Barreiro, Lusitano de Évora, Quarteirense e Castrense. Dos Distritais ascendem o Esperança de Lagos, do Algarve, o Moura, de Beja e o União de Montemor, de Évora. A todos estes, junta-se ainda o Beira de Mar de Monte-Gordo que desceu da 2ª divisão, num total de doze clubes, conforme prevê o Regulamento de Provas da F.P.F., para a temporada 2009/ 2010.
Face à manutenção do Castrense na 3ª Divisão, o Sporting Ferreirense disputa na próxima temporada o Distrital da 1ª Divisão.
Teixeira Correia

Moura AC com quatro reforços certos para 2009-2010

O Moura AC já garantiu quatro reforços para a próxima temporada, em que o emblema da cidade-salúquia regressa ao Nacional da 3ª divisão.
Os defesas Hernâni (ex-Farense) e Luís Gonçalves (ex-júnior), o médio José Cláudio (ex-FC Castrense) e o avançado Rúben (ex-Piense) são as caras novas no plantel às ordens de Paulo Xabregas, transitando da última temporada 17 jogadores.
O Moura AC vai regressar ao trabalho a 27 de Julho e tem já agendados jogos de preparação com o At. Reguengos (5 e 12 de Agosto), Vasco da Gama de Sines (15 de Agosto) e Mineiro Aljustrelense (19 de Agosto).
R.Castrense

sábado, 27 de junho de 2009

Selecção do Peru esquece jogador no hotel

O último jogo do Peru na caminhada para o Mundial 2010 ficou marcado por um episódio insólito. O caso promete mesmo deixar marcas na federação peruana. É que para além da derrota sofrida na Colômbia (1-0), houve um jogador que foi literalmente esquecido no hotel.
Hernán Rengifo nem queria acreditar quando acordou, na manhã seguinte ao jogo, e percebeu que quase toda a comitiva já tinha regressado ao Peru. Os dirigentes federativos esqueceram-se de avisar o avançado que a viagem tinha sido antecipada para a noite do dia do jogo. Rengifo tinha partilhado o quarto com um jogador (Johan Fano) que representa o Once Caldas da Colômbia, e que por isso não ia viajar. Contudo, Fano trocou de quarto na noite a seguir ao jogo, devido à tal antecipação do voo. Rengifo foi esquecido.

Para agravar ainda mais a situação, o passaporte do avançado estava na posse dos dirigentes federativos. Um dos responsáveis teve de regressar a Medellín para que o jogador pudesse viajar para o Peru.

«No futebol peruano já aconteceram tantas coisas que não é estranho continuarem a suceder casos destes», disse o «esquecido» Hernán Rengifo, em declarações ao jornal peruano «El Bocón».

Escândalo na Argentina: roubaram o clube para saldar dívida

É um caso de polícia, mas que ainda não se sabe como vai terminar. Um grupo de jogadores do Argentino de Rosário assaltou as instalações do clube, de modo a cobrar a dívida que a equipa tem por saldar.
Os atletas levaram bolas, coletes e outros artigos, mas, ao que parece, tudo isso não chega para cobrir o montante a que têm direito. Fartos de não receber, os futebolistas avançaram para o assalto sem problemas, à vista de toda a gente.

Depois de consumado o roubo, os jogadores foram identificados, mas o Argentino de Rosário ainda não sabe se apresenta queixa. De acordo com o diário «El Dia», pode nem fazê-lo. Mas aqui, aquele jornal assume que a situação assume contornos de escândalo. É que, pelos vistos, os dirigentes usam a ida à polícia como ameaça aos atletas: caso falem na comunicação social serão apresentados à Justiça.

Escreve a imprensa local que os futebolistas em causa têm de falar com o presidente do clube, Ariel Sclafani, que, imagine-se, pretende usar o assalto como modo de persuadir os jogadores a renovarem contrato ou a rescindi-lo.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

“Queremos subir com um orçamento inferior ao do ano passado”

Não vão longe os tempos em que o Desportivo de Beja se assumiu, convincentemente, como o emblema da região. Hoje, porém, nada é como dantes. Mas a hora é de recuperar uma entidade perdida. Esse é o empenho do novo elenco directivo. É tempo de acreditar.

Texto José Saúde Foto José Serrano

Com uma nova direcção, o Desportivo de Beja é um clube em mudança. Apesar de ter um passivo que o tem atormentado, o caminho do futuro é feito de esperança. João Baleizão, presidente do clube, é um homem a quem não falta confiança. Novas iniciativas, as quais trazem algumas melhorias financeiras, vão ser colocadas em prática e a tentativa é transportar o nome clube, e da sua actividade, por todo o Mundo. Uma razão que leva os dirigentes a um acreditar infinito.
Para trás ficaram momentos áureos da equipa em patamares nacionais superiores. Hoje, o Desportivo de Beja milita no regional da AF Beja mas a esperança não morre e o objectivo é levar o clube de novo às competições nacionais.

Como está o Desportivo?
O Desportivo de Beja está, actualmente, numa situação melhor em relação ao que o encontrei. Pelo menos o nosso trabalho tem sido feito para que tal aconteça, temos saldado dívidas à medida que vamos angariando receitas. Em termos de futebol, terminámos a época e fizemos acórdãos com toda a gente, inclusive com o treinador Francisco Graça, com datas, de maneira a que possamos, embora atendendo a uma certa flexibilidade, dar contas a todos os jogadores e equipas técnicas.
O objectivo é recuperar a imagem do clube?
Sim. O Desportivo tem hoje uma nova direcção, e jovem, com muitas iniciativas. O clube está a fazer pela vida no dia-a-dia e luta para sair da situação em que vive. A aposta passa, essencialmente, pela subida da sua equipa. Isto poderá parecer estranho às pessoas quando nós colocamos a hipótese da subida e temos dívidas. Mas uma coisa nada tem a ver com a outra. É que se nós não conseguirmos ultrapassar a situação os nossos patrocinadores não nos darão mais verbas e em termos de representações os subsídios oficiais não aumentam, pelo que não conseguiremos arranjar uma equipa competitiva. Tanto mais que um plantel, mesmo que seja para a manutenção, tem também os seus custos. Não é de borla e, em troca, as receitas não crescem e claro que assim o défice tem tendência a aumentar.

Então qual será a aposta da direcção?
Pretendemos fazer uma aposta para cima. Para a subida, com cabeça tronco e membros e com um orçamento inferior ao do ano passado. Por isso não me parece uma aventura extraordinária e termos de orçamentos. Agora, é colocar em campo todas as iniciativas que temos em mente. Isto é, com festivais da cerveja, mastros, galas e por aí fora. Uma série de situações benéficas que se apresentam como alternativas às receitas que esporadicamente nos chegam. Teremos, em breve, o Desportivo em rede, que vai dar os primeiros passos, de maneira que mensalmente entrem receitas nos cofres do clube. Em Setembro pretendemos ter tudo minimamente preparado tendo em vista não existirem atropelos sobre ninguém.

Porque razão escolheram Carlos Simão para treinar a equipa sénior?
O Carlos Simão é uma pessoa que se enquadra no perfil que nós traçámos para esta época. Tivemos uma conversa, acertámos pormenores e é já é uma realidade no clube. Vamos ver se conseguimos, com ele, colocar a equipa lá em cima

Que intenções têm para o futebol juvenil?
Não estamos a descurar o futebol juvenil. Já celebrámos acórdãos com uma entidade que vai assegurar aos jovens uma manutenção escolar no próximo ano lectivo. Ou seja, os jogadores quando saírem da escola terão à sua disposição uma carrinha para levá-los para os treinos. Temos, ainda, mais dois sítios em que as explicações são a preços reduzidos. Uma situação inédita e que dará para os filhos dos sócios. Tudo para os pais se tranquilizarem porque o desporto não é só jogar futebol. Em relação aos mais pequeninos, embora entendamos que não será fácil, vamos procurar cativá-los. O Despertar tem feito uma aposta muito forte, e nós compreendemos, mas vale a pena tentar mexer com o sistema.


quinta-feira, 25 de junho de 2009

“Antigamente havia mais dinheiro no futebol”

José Manuel Rações conquistou, esta temporada, o seu quarto título distrital e a sua quinta taça da AF Beja, ao serviço do Moura AC. Foi o melhor marcador da equipa, com 16 golos e, aos 39 anos de idade, dos quais mais de 30 passados a jogar futebol, continua a ser pretendido pelas principais equipas da região. Neste período de defeso conversou com o "Diário do Alentejo" sobre a sua longa carreira e as mudanças que viu operarem-se no futebol nas últimas três décadas.

Texto João Matias Fotos José Ferrolho

José Manuel Pataca Rações é descendente dos gémeos Manuel e Chico Rações, que se notabilizaram nos campos de futebol do Sul defendendo as cores do FC Serpa. Nasceu, trabalha e vive em Serpa, onde a comunidade o reconhece e se casou, há sete anos, com Luísa, mãe da sua filha Catarina. Começou a jogar no Luso, aos 8 anos, treinado pelo saudoso Manuel Baião, antigo futebolista que deu o nome ao novo campo de jogos da cidade. Passou pelos três maiores clubes do concelho - FC Serpa, Piense e Aldenovense, e também pelo Desportivo de Beja, Moura AC e Ferreirense. Para além dos títulos regionais e das taças, também foi o melhor marcador do campeonato da AF Beja e já subiu diversas vezes à III Divisão Nacional. Uma vasta experiência, sempre com o nº 9 nas costas que identifica os homens da área.

Quais as principais mudanças no futebol a que assistiu nestas últimas três décadas?
Houve duas mudanças importantes: uma nos campos, outra nas arbitragens. Ambas beneficiaram o futebol, pelo menos na perspectiva do ponta-de-lança, que é a minha posição.
Explique lá porquê.
Quanto aos campos, há muitos relvados e quase desapareceram os pelados de antigamente, e isso é um benefício que se explica por si. Quanto às arbitragens, hoje protege-se mais quem joga, quem tem a bola no pé, pois já não é possível fazer-se "tudo" como dantes, onde imperava a força.

Mencionou aspectos que dizem directamente respeito ao jogo. E num âmbito mais alargado?
Também aí houve evolução. Ao nível da preparação física, por exemplo, já não se trabalha por "palpite", pois os treinadores têm cursos e sabem o que estão a fazer. Com os massagistas acontece coisa semelhante e até a formação dos dirigentes é outra. Houve uma grande evolução em todos estes aspectos que, aliás, também se deu na sociedade em geral.

Houve melhorias a todos os níveis. Isso é, de facto, visível. Mas será que já não se enganam os jogadores? Os dirigentes cumprem com as condições que vos prometem?
Bem, aí a coisa é mais complicada. De facto, muitos continuam a dizer, no princípio das épocas, que dão determinados subsídios aos jogadores e depois falham.

Aconteceu consigo?
Sim. Uma vez foi logo no primeiro mês!

Como é que se pode evitar isso?
Só com a experiência. Ela vai-nos ensinando a ver se as pessoas são credíveis, pois nota-se logo quando alguém nos está a prometer algo que o clube não tem capacidade para dar.

Já passou por dificuldades?
Sempre trabalhei em outras actividades. Nunca dependi do futebol para viver. Mas há jogadores que só fazem isso e esses passam por muitas dificuldades.

Esses problemas persistem?
Infelizmente sim. Sabe, acho que antes até havia mais dinheiro no futebol e não é só por causa da crise que hoje há menos. É que nessa altura as finanças não apertavam os clubes, era tudo sem declarações, agora muitos estão aflitos.

A região tem perdido população, facto que se reflecte em muitos sectores. Também se nota no futebol?
Também. Por um lado, há uma certa rotatividade de jogadores entre os clubes, sobretudo entre aqueles que chegam aos Nacionais. São quase sempre os mesmos que vão saltando de umas para as outras equipas que vão subindo de divisão. Por outro lado, é cada vez mais difícil encontrar jogadores jovens, não só por serem em menor número mas também porque há outras modalidades desportivas que os atraem, o que não acontecia antes.

O público também tem diminuído?
É verdade. Há menos gente nos estádios alentejanos.

D.Alentejo

segunda-feira, 22 de junho de 2009

FC Castrense fica na 3ª divisão nacional

Depois de um mês a curar a “depressão” da descida e a dar os primeiros passos na preparação para o regresso ao campeonato distrital da 1ª divisão, o FC Castrense vai, afinal, manter-se no Nacional da 3ª divisão em 2009-2010.
“De forma oficiosa, fui informado quarta-feira, 17, que o FC Castrense fica na 3ª divisão. Só falta o comunicado oficial da Federação Portuguesa de Futebol (FPF)”, revela ao “CA” o recém-eleito presidente do FC Castrense, Carlos Alberto Pereira.
A permanência do emblema de Castro Verde no escalão nacional surge depois de duas semanas de intensos rumores e muitas dúvidas, uma vez que desde o início deste mês de Junho, após FPF ter aprovado em assembleia geral os novos quadros competitivos para as próximas épocas – que inclui a criação da Série Madeira na 3ª divisão –, que era ventilada esta possibilidade.
Nesse sentido, e segundo apurou o “CA”, a equipa de Castro Verde vai voltar a integrar a Série F, juntamente com as equipas do Beira Mar MG, Pescadores, Cova da Piedade, Farense, Juventude de Évora, Fabril do Barreiro, Lusitano de Évora, Quarteirense, Esperança de Lagos, Moura AC e U. Montemor.
Esta situação provoca igualmente mexidas no quadro do “Distritalão” da próxima época, que continuará a contar com a participação do Ferreirense.
A equipa leonina havia sido despromovida devido à queda do FC Castrense para a 1ª divisão distrital, mas readquire agora o seu estatuto de “primodivisionário”.
Ca

domingo, 21 de junho de 2009

O campo de ténis mais alto do mundo


O Burj Al Arab - um dos hotéis mais luxuoso do mundo - para além de toda a mística e riqueza extrema que o caracteriza, possui também o campo de ténis mais alto do mundo. O espaço que lhe é destinado, situado a cerca de 210m de altura, transforma-se também num heliporto para emergências ou trânsito de hóspedes.

Mais uma das extravagâncias desde sumptuoso hotel no Dubai, à qual poucos mortais têm acesso. Confesso que mesmo que me fosse facultado o acesso teria alguma dificuldade em andar a correr de um lado para o outro a 210m de altura.

Fica um vídeo de Andre Agassi a trocar umas bolas com um ilustre desconhecido. A vista é de cortar a respiração.

sábado, 20 de junho de 2009

Quer comprar o Newcastle por 11 cêntimos?

O dono do Newcastle quer vender o clube, mais uma vez, e agora optou por fazer uma espécie de leilão online. No site oficial do clube foi colocado à disposição dos interessados um endereço de e-mail para que fossem submetidas as ofertas. Por agora, já chegaram muitas piadas.
Os adeptos rivais apressaram-se a gozar com a situação. Um adepto do Sunderland ofereceu 10 pence, algo como 11 cêntimos, segundo conta o jornal «Guardian». E outro escreveu, num tom um bocadinho mais sério: «Gostaria de apresentar uma proposta formal para comprar o Newcastle United Football Club. A quantia que ofereço é 10 libras (11 euros). Se for bem sucedido nomeio-me «manager», uma vez que actualmente já desempenho um papel de treinador na Peterlee Sunday League.»

Para já, não há registo de que alguém se tenha aproximado dos 100 milhões de libras que o Newcastle estabeleceu como base de licitação. Mas já há quem se tenha divertido.

Brasil: treinador conduz bêbedo e é despedido

O Clube Regatas do Brasil, conhecido como CRB, despediu o treinador por este ter conduzido embriagado. O técnico Arnaldo Lira foi apanhado a conduzir com álcool, depois de ter saído de uma boîte, em Maceió, capital do estado de Alagoas.
O treinador foi apanhado esta madrugada, de sábado para domingo, e o clube não perdeu tempo: despediu-o! Para além do incidente, Arnaldo Lira tinha mau relacionamento com os adeptos e jogadores, de acordo com a imprensa brasileira.
Com a decisão do CRB, a equipa ficou sem treinador no dia em que enfrenta o Asa, no Estádio Rei Pele, em jogo do Grupo B da Série C do campeonato brasileiro.

sábado, 13 de junho de 2009

Estrela egípcia ganha seis pontos a festejar golo...

Amr Zaki, estrela da selecção do Egipto, nunca mais vai esquecer o jogo com Omã, disputado neste sábado. É que embora se tratasse de um jogo particular, o avançado «ganhou» seis pontos.

Passamos a explicar. O Egipto venceu o jogo graças a um golo apontado por Aboutrika, aos 49 minutos. Por altura dos festejos, Amr Zaki decidiu saltar para as costas do autor do golo. O que ele não esperava é que um colega de equipa decidisse fazer o mesmo. Resultado: o choque provocou um corte na face de Zaki, que teve de ser suturado. O jogo era particular, mas o avançado «ganhou» seis pontos.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Futebol: Presidente do Ferreirense quer devolver clube à 1ª divisão

Em Ferreira do Alentejo já se pensa no futuro, depois da despromoção da equipa sénior À 2ª divisão distrital.
O Ferreirense vai a votos na próxima semana e, de momento, o actual presidente João Jones é o único candidato conhecido.
Em declarações  o presidente garante que entre os objectivos do seu segundo mandato vai estar "o regresso da equipa à 1ª divisão distrital".
Isto depois duma época em que a turma de Ferreira do Alentejo acabou por descer "de forma inesperada", conforme admite o dirigente leonino.

R.Castrense

terça-feira, 9 de junho de 2009

Futebol: Rui Pepe e o "passo em frente" na sua carreira

Rui Pepe está satisfeito por ter dado "um passo em frente" na sua carreira.
O avançado ex-FC Castrense, de 25 anos, assinou no final da passada semana pelo Mineiro Aljustrelense e em declarações  não esconde a ambição de vingar com o emblema tricolor ao peito.
A mudança para Aljustrel marca, igualmente, o fim de dois anos de ligação entre Rui Pepe e o FC Castrense.
Dois anos cujo saldo, na opinião do jovem avançado, "é muito muito positivo", apesar da "imerecida descida de divisão" na temporada agora concluída.

R.Castrense

domingo, 7 de junho de 2009

Futebol - 3ª Divisão F - Tarde de festa em Reguengos

III Divisão Série F
Subida
JORNADA 10
2009-06-07
At. Reguengos 6-1 Farense
Pesc. Caparica 2-0 Juv. Évora
Louletano 1-0 Cova da Piedade


Classificação
1 Louletano 48 5
2 At. Reguengos 43 5
3 Farense 35
4 Cova da Piedade 34
5 Pesc. Caparica 32
6 Juv. Évora 30

Elano (Manchester City) embaraçado por sexo virtual

«A loira da internet» é uma personagem bastante conhecida entre os futebolistas brasileiros, para bem de uns, para mal de outros. As ligações revelaram-se perigosas quando a ex-modelo decidiu colocar online print screens de conversas e vídeos com elementos do mundo da bola. Elano, jogador do Manchester City, é uma das últimas vítimas. O internacional canarinho confessou, em entrevista ao UOL Esporte, estar arrependido da relação com a «amiga» virtual.

«São coisas que acontecem na vida. Toda a gente erra. Eu fui o primeiro a contar à minha esposa [o que se passou] e estou feliz por ela me ter compreendido. Agora vou voltar à minha vida. Sou uma pessoa muito abençoada por Deus e procuro sempre a paz», afirmou o médio à imprensa brasileira.

A paz que Elano diz procurar também diz respeito a este imbróglio pelo que o internacional brasileiro rejeita qualquer medida judicial. «As pessoas que procuram o mal recebem no dobro. Vou deixar a minha vida como está e voltar para o meu objectivo: jogar bom futebol», confessa o ex-jogador do Shakhtar Donestk, recente vencedor da Taça UEFA.

Actualmente no Manchester City, Elano partilha a cidade com os falantes de português do clube rival e diz ser amigo do melhor do mundo. «Estou muito adaptado a Manchester. Vou ao shopping, a restaurantes, sem qualquer problema. Tenho vários amigos aqui e vou jantar várias vezes ou fazer compras com o Anderson, o Rafael, o Tevez, o Nani e o Cristiano Ronaldo», atirou.

sábado, 6 de junho de 2009

Espanha: guarda-redes marca de baliza a baliza (vídeo)

Javier Cobeño marcou o golo mais incrível da 38ª jornada da segunda divisão espanhola. Se lhe adiantar que se trata do guarda-redes do Rayo Vallecano, então já fica com uma ideia do que se terá passado. Ou foi à baliza contrário e marcou, ou conseguiu marcar de uma baliza à outra. Pois bem, é mesmo a segunda hipótese.

Estavam cumpridos dez minutos do segundo tempo quando Cobeño agarrou uma bola, e ao pontapeá-la para a frente acabou por marcar golo. O guarda-redes do Elche, equipa visitante, foi traído pelo sol. Jaime perdeu o controlo da situação assim que a bola bateu uma primeira vez no solo.

Ainda assim, diga-se que o Elche acabou por dar a volta ao marcador, com dois golos nos últimos cinco minutos.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Futebol - 3ª Divisão F - Reguengos faz a festa am casa

III Divisão Série F
JORNADA 10
2009-06-07 
At. Reguengos /  Farense 
Pesc. Caparica /  Juv. Évora 
Louletano /  Cova da Piedade 

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Futebol: Acácio Santos confirma saída do Vasco da Gama

O Vasco da Gama terá um novo técnico em 2009-2010, depois de Acácio Santos ter confirmado  a sua saída da Vidigueira.
Garante o jovem treinador que a sua decisão é irreversível e já tem algum tempo, depois de em Dezembro ter recuado na sua intenção de deixar o comando do Vasco da Gama.
Quanto à prestação dos vidigueirenses na época agora terminada - e quem a equipa se ficou pela 9ª posição, com 30 pontos -, Acácio Santos faz o balanço "possível".
Valeu "ter lançado no onze alguns jovens num ano em que andámos quase sempre com a casa às costas", acrescenta. 
R.Castrense

terça-feira, 2 de junho de 2009

Mineiro e Moura AC “brilham” na grande festa do desporto da Rádio Castrense





O Mineiro Aljustrelense e o Moura AC foram os grandes vencedores da 17ª Gala do Desporto da Rádio Castrense, ao conquistarem dois prémios durante a noite de sexta-feira, 29 de Maio.

Com casa cheia no Fórum Municipal de Castro Verde, o emblema da vila das minas foi distinguido como “Clube do Ano” e viu ainda Carlos Estebaínha receber o prémio de “Futebolista do Ano”.

Quanto ao Moura AC, arrebatou os prémios nas categorias de “Dirigente do Ano” (Hélder Feliciano) e “Treinador de Futebol do Ano” (Paulo Xabregas).

Pedro Lança, do FC Castrense, foi eleito o “Futebolista Revelação do Ano”, ao passo que o prémio para “Atleta do Ano” foi atribuído à jovem patinadora Inês Aragão, do Sport Clube de Serpa.

Nos restantes prémios, venceram Luís Veríssimo (“Treinador de Modalidades do Ano”) e José Dinis Gorjão (“Árbitro do Ano”).

Durante a Gala do Desporto, a Rádio Castrense homenageou ainda o treinador do Mineiro Aljustrelense, Francisco Fernandes (“Troféu Carreira”); a Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Aljustrel e Almodôvar (“Troféu Instituições”); o treinador de atletismo do Entradense, António Machado (“Troféu Modalidades”); e os jovens futebolistas internacionais João e Luís Aurélio (“Troféu Futuro”).

Numa noite de muito brilho e glamour, a animação esteve a cargo do grupo coral “As Camponesas de Castro Verde”, dos fadistas Maria dos Santos e Edgar Baleizão, e de bailarina de “sevilhanas” Maria de Los Angeles Romero.

No final da festa, Fernando Cotovio, director da Rádio Castrense, sublinhou o sucesso que continua a marcar a iniciativa.

“O êxito desta gala é, acima de tudo, o êxito do desporto do Baixo Alentejo. Há 17 anos que procuramos honrar aqueles que se dedicam de corpo e alma ao desporto e vamos, seguramente, continuar a fazê-lo no futuro”, concluiu.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...